User Tools

Site Tools


servicos:email

Correio eletrônico (email) no IME

Posso ter um?

O e-mail @ime.usp.br é restrito aos seguintes casos:

  • Docentes: pedidos pela secretaria do departamento;
  • Funcionários: pedidos pelo chefe da seção;
  • Alunos de Pós-graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado: pedidos pela CPG ou pelo professor responsável;
  • Visitantes, alunos especiais e alunos de iniciação científica: apenas mediante pedido pelo professor responsável.

Para os alunos da graduação do IME, podem solicitar um endereço da Rede Linux @linux.ime.usp.br e deve ser solicitado à Administração da Rede Linux (dúvidas falar com admin@linux.ime.usp.br). Todas as pessoas que possuem número USP podem também solicitar endereço @usp.br, ná página http://pedidoemail.usp.br

Acessando os emails

Existem duas formas de acessar as mensagens:

  • Webmail : Acessível pela Internet em qualquer navegador, em http://webmail.ime.usp.br . A senha é a mesma usada na rede IME.
  • Cliente IMAP ou POP : Programas ou sites de email que entendam o protocolo IMAP (recomendado) ou POP. Há um guia com as configurações.

Acessando emails no console Linux

Para quem usa os servidores da rede interna, os emails estão disponíveis como arquivos no formato Maildir, em $HOME/Maildir . É possível acessá-los com qualquer programa que entenda o formato. Os seguintes programas funcionam no console (isto é, sem precisar do modo gráfico):

  • Mutt: Cliente de email poderoso e superior ao pine. Faz tudo o que você imaginar (threads, PGP, IMAP, conversão de anexos…) e é extremamente customizável.
  • Alpine: Cliente de e-mail para pessoas acostumadas com a interface do Pine. Funciona com o formato Maildir, usado na rede IME.
  • Pine® (em desuso): Cliente de email arcaico e não-livre, sem suporte ao formato Maildir. Não é recomendado seu uso na rede IME.

Enviando emails

É possível enviar emails pelo webmail, em qualquer lugar com acesso à Internet.

Filtragem de spam no IME

O IME usa várias técnicas simultâneas para diminuir a quantidade de spams (emails de propaganda indesejados).

Mensagens que o sistema classifique como spam são entregues na pasta de email “spam”. Essas mensagens são apagadas automaticamente depois de 90 dias.

Caso os filtros de spam estejam classificando mensagens incorretamente, é possível treiná-los de forma personalizada.

Detalhes técnicos da filtragem de spam

Todos os emails que chegam no IME passam automaticamente pelo sistema Spamassassin e também pelo DSpam. Não é necessário chamar esses programas manualmente no .procmailrc ou .mailfilter (exceto se você quiser fazer algo diferente você mesmo).

O Spamassassin costuma funcionar melhor que o DSpam sem treinamento. O DSpam reage mais fortemente a treinamento.

  • Se o Spamassassin classificar a mensagem como spam, o seguinte header estará presente:
X-Spam-Status: Yes
  • Se o DSpam classificar a mensagem como spam, o seguinte header estará presente:
X-DSPAM-Result: Spam
  • Se qualquer um dos dois filtros classificar como spam, a configuração padrão do IME (via Procmail ou Maildrop) é entregar na pasta spam.

O treinamento dos filtros é mantido em bases SQL.

O IME também faz uso de listas de bloqueio por DNS (Spamhaus e Spamcop), rejeição por conteúdo (Razor), e rejeita domínios desconhecidos. Não usamos graylisting porque boa parte da nossa comunidade é sensível a atrasos na entrega.

servicos/email.txt · Last modified: 2017-09-13 15:17 by gnann